"TODAS AS COISAS POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE"

"AGRADÁ-TE DO SENHOR E ELE SATISFARÁ OS DESEJOS DO TEU CORAÇAO" salmo 37


Neste Blog, eu posso mostrar os meus lados: Apaixonado, Romântico, sonhador e até um pouco piegas!

Aqui eu posso brincar de escrever. Posso mostrar minha criatividade, um tanto narcisista, admito! Ninguém é perfeito! Aqui eu posso fingir que não tenho medos!
Aos verdadeiros escritores, poetas, peço desculpas por estes ensaios, pois o que escrevo é apenas reflexo do que sinto, sem grandes pretensões!
Se alguém se sentir ofendido, me perdoe, não foi esta a minha intenção!

terça-feira, dezembro 27, 2011

Minha Mensagem de Ano Novo - Leilah Libaino



As luzes dos fogos de artifício anunciam que o Ano Novo chegou e o velho ano já é passado!
Quantas expectativas, quantos sonhos, ah! Se pudéssemos ter uma alma nova, um espírito totalmente renovado... Ou talvez algumas coisinhas materiais!
Fico pensando será que plantei sementes para serem colhidas neste Ano Novo? Ou será que deixando um pouco de ser imediatista vou aproveitar e plantar muitas sementes neste Novo Ano, para colhê-las depois!
Sei que com o início de janeiro nossas esperanças são renovadas.
Eu tenho o costume de escrever as coisas que me acontecem, nisto vejo que o ano velho foi muito importante, que fiz muitas coisas boas, algumas nem tanto! Conheci pessoas novas, fiz novos amigos, reencontrei velhos amigos, viajei, revi minha família, tive algumas discussões, chorei algumas vezes, mas sorri muito, muito mais, cai, levantei e até dancei no Teatro Nacional.
Venci alguns desafios, perdi outros! Porém todos contra mim mesma!
Espero muito que neste Novo Ano eu seja uma pessoa mais agradecida por tudo que tenho  e pelo dom da Vida, que é a maior dádiva que Deus nos deu!
Peço a Deus de todo o meu coração que me dê força e saúde para que eu possa:
Aproveitar melhor o meu tempo, vivendo intensamente cada minuto!
Que eu curta mais meus momentos familiares;
Que eu dê mais atenção para os meus amigos;
Que eu vá mais vezes na igreja;
Que eu leia mais a palavra de Deus;
Que eu perdoe mais;
Que eu ame mais;
Que eu brinque mais;
Que eu ouse mais;
Que eu dance mais;
Que eu melhore o meu inglês;
Que eu não invente desculpas para faltar à academia;
Que eu saia mais com meus filhos e meu marido;
Que eu perca aqueles tão indesejáveis 3 quilos;
Que eu beba pelo menos 5 copos de água por dia, (já que não bebo nem 3);
Que eu não falte ao dentista;
Que eu ame e respeite muito mais o meu próximo;
Que eu plante uma arvore (ainda não plantei nenhuma);
Que eu aprenda uma atividade nova (não sei qual).
Esta é minha lista de propósitos para o Ano Novo!
Que Deus abençoe todos vocês que estiveram comigo durante todo este ano, lendo, comentando...
Espero que todos tenham um bem abençoado Novo Ano, repleto de sonhos realizados, muita saúde, paz e muito amor!
Leilah Libaino

Sussure no meu ouvido...


Sussurre no meu ouvido
todas as loucuras que você quiser falar,
me levando assim...
por alamedas que só você conhece!
Deixe-me matar toda a minha
sede de amor na sua boca!
Deixe-me perder e me achar de prazer
quantas vezes forem necessárias
no recôndito do teu corpo,
e, depois descansar o meu cansaço,
aconchegada no seu peito!
Leilah Libaino

terça-feira, dezembro 13, 2011

De repente nasce o dia...


De repente nasce o dia...
A luz invade o quarto
Refletindo seu corpo quente,
ainda, enroscado ao meu.
A noite derradeira parece um sonho...
olho você, lindo, adormecido...
E vejo como o amor é imensurável
sei que faria tudo por você!
estive no paraíso e voltei...
Com o amanhecer...
Renasce em mim,
o desejo e a necessidade de te ter pra sempre!
Leilah Libaino

segunda-feira, novembro 28, 2011

Como se Mede uma Pessoa - Shakespeare

O tamanho de uma pessoa varia conforme o grau de desenvolvimento...

Ela é grande pra você, quando fala do que leu e viveu, quando trata você com carinho e respeito,  quando olha nos olhos e seu sorriso é destravado.

Ela é pequena pra você, quando só pensa em si mesma, quando se comporta de uma maneira pouco gentil, quando fracassa honestamente no momento em que teria que demonstrar o que é  de mais importante entre duas pessoas: Amizade.

Uma pessoa é gigante pra você, quando se interessa pela sua vida, quando busca alternativas para o seu crescimento, quando sonha junto.
É pequena quando desvia do assunto.

Uma pessoa é grande quando perdoa, quando compreende, quando se coloca no lugar do outro, quando age não de acordo com o que esperam dela, mas de acordo com o que espera de si mesma.
Uma pessoa é pequena quando se deixa reger por comportamento clichês.
William Shakespeare

sexta-feira, outubro 07, 2011

Quando me Amei



Quando me amei de verdade, pude compreender que, em qualquer
circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa.
Então, pude relaxar!
Quando eu me amei de verdade, pude perceber que o sofrimento emocional
é sinal de que estou indo contra a minha verdade!
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse
diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Quando me amei de verdade, comecei a me livrar de tudo o que não fosse saudável.
Isso quer dizer: pessoas, tarefas, objetos, crenças, etc
Minha razão chamou esta decisão de Egoísmo!
Mas, hoje eu sei que é Amor-Próprio!
Quando me amei de verdade, deixei de temer meu tempo livre
e desisti de fazer planos.
Hoje faço o que acho certo e no meu próprio rítmo.
Como isso é bom!
Quando me amei de verdade, desisti de querer ter sempre razão
e, com isso errei muito menos!
Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado
e de me preocupar com o futuro. Isso me mantém no presente,
que é onde a Vida acontece.
Quando me amei de verdade, percebi que a minha mente pode
me atormentar e me decepcionar!
Mas, quando eu a coloco a serviço do meu coração,
ela se torna uma grande e valiosa aliada!
anônimo

terça-feira, outubro 04, 2011

Nos seus Olhos ...

Nos seus olhos eu vejo as cores dançando
Eu te vejo dentro de mim!
Meus pensamentos mergulham nos seus...
Sei que nos pertencemos!
Como eu tive medo de me entregar
Como eu tive medo de amar você!
Mas você derrubou todas as minhas barreiras
E me fez acender o coração,
como um botão de rosa desabrochando na primavera!
Então, me entrego como uma folha ao vento...
Como um rio que corre para o mar...
Entrego-me sem reservas para você e para  a Vida!

Leilah Libaino

sexta-feira, setembro 30, 2011

Sei que foi Covardia...


Sei que foi covardia...
não ter te dito o quanto eu te amava,
o quanto eu te queria!
tive medo de ser refém das suas aspirações!
este foi meu grande desacerto,
com isso perdi a oportunidade
de ser feliz contigo.
No amor não existe vencido e nem vencedor!
Hoje padeço por tudo que a gente
podia ter tido e não teve,
sofro por que o amor que eu sentia
ainda conflagra louco no meu peito,
sofro porque sei que você me amava...
e hoje já não me ama mais!

Mercedez D.

quarta-feira, setembro 28, 2011

Soneto 1 - Luis de Camões

Enquanto quis Fortuna que tivesse
esperança de algum contentamento,
o gosto de um suave pensamento
me fez que seus efeitos escrevesse

Porém, temendo Amor que aviso desse
minha escritura a algum juiízo isento,
escureceu-me o engenho co tormento,
para que seus enganos não dissesse.

Ó vós que Amor obriga a ser sujeitos
a diversas vontades Quando lerdes
num breve livro casos tão diversos,

Verdades puras são, e não defeitos...
E sabei que, segundo o amor tiverdes,
teres o entendimento de meus versos!

Luis de Camões

terça-feira, setembro 13, 2011

As sem razões do Amor - Carlos Drummond de Andrade


Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

domingo, setembro 04, 2011

Vamos Dançar


Hoje à noite nós vamos dançar
Rodopiar no salão...
Inebriados pelo som mágico
Deixando o ritmo penetrar em nós,
Confuso com as batidas do coração!
Minha vida em suas mãos...
Nossas almas naufragando,
as dúvidas esvanecendo,
Enquanto a música tocar
Nada fará...
com que eu saia dos seus braços
Nosso  momento  perfeito
Eu sou sua e você é meu
Meu rosto no seu...
Minhas mãos nas suas...
Nossos corpos totalmente afixados,
Seu perfume dulcificando meus pensamentos
Como esperei por este momento!
Vamos fazer esta noite durar para sempre
Assim alcançaremos as estrelas!

Leilah Libaino

quinta-feira, setembro 01, 2011

Exercícios da Ginástica do Rejuvenescimento - Peter Kelder

Os 05 Exercícios da Ginástica do Rejuvenescimento

Tudo o que você tem a fazer é ficar de pé, ereto, com os braços estendidos para os lados, na horizontal. Em seguida, gire de um lado a outro até ficar um pouco tonto. Lembre-se! é importante começar a girar partindo da esquerda para a direita. Em outras palavras, se você colocasse um relógio deitado no chão, teria de girar no seguindo os ponteiros deste.

De início, a maioria dos adultos não conseguiram girar mais do que meia dúzia de vezes sem ficar bastante tonto. Como iniciante, você não deverá tentar mais do que isso. Se tiver vontade de sentar ou deitar para se recuperar da tontura, faça-o à vontade. Então nas primeiras vezes, pratique o exercício somente até sentir uma ligeira tontura. Com o tempo, à medida que for fazendo todos os cinco exercícios, você será capaz de girar cada vez mais vezes, sentindo menos desconforto.


Para diminuir a tontura, você pode agir como os dançarinos ou patinadores. Antes de começar a girar, focalize a vista num único ponto a sua frente. À medida que for começando a girar, continue fixando esse ponto até onde for possível. Ele acabará saindo do seu campo de vista. Quando isso acontecer, vire a cabeça bem rápido e volte a fixá-lo. Esse ponto de referência lhe permitirá ficar menos desorientado e menos tonto.

O giros em excesso superestimam alguns dos vórtices, acabando por deixá-los esgotados. Tal prática tem o efeito de inicialmente acelerar o fluxo de energia vital, mas depois bloqueia. Esse aumento e diminuição excessivos fazem com que o dervixe experimente uma espécie de 'maré psíquica', que confunde com um fenômeno espiritual ou religioso. Não devemos cometer excessos, uma dúzia de giros é o suficiente para estimular os vórtices.


O segundo exercícío estimula ainda mais os sete vórtices. Ele também é muito simples. A pessoa fica deitada de costas no chão, sobre um tapete ou qualquer outro forro macio. Os lamas executam o exercícios sobre o que os acidentais chamam de "tapete de oração", com cerca de 60 centímetros de largura e 1,80 metro de comprimento. Ele é bem espesso, feito de lã e um tipo de fibra vegetal. Sua única função é proteger o corpo do frio. No entanto, costuma-se atribuir um sentido religioso a tudo que os lamas fazem, daí o nome de tapete de oração.

Uma vez deitado de costas, estenda os braços ao longo do corpo e vire as palmas das mãos para o chão, mantendo os dedos fechados. Então, erga a cabeça do chão, encostando o queixo no peito. Ao mesmo tempo, vá levantando as pernas, com os joelhos retos, até ficarem na vertical. Se possível, deixe as pernas descerem para trás, ficando por sobre a cabeça, mas não dobre os joelhos.

Depois, vagarosamente, abaixe a cabeça e pernas, mantendo os joelhos firmes, até voltar à posição inicial. Deixe os músculos relaxarem e depois repita o rito.

Ao repetir, vá estabelecendo um ritmo mais lento em respiração. Inspire profundamente quando estiver levantando as pernas e a cabeça, exale ao descê-las. (Inspire e exale sempre pelo nariz.) Entre as repetições, no relaxamento, continue respirando no mesmo ritmo. Quando mais profundas as respirações, melhor.

Se for incapaz de manter os joelhos perfeitamente retos, só dobre-os o mínimo necessário. Mas, prosseguindo na prática, empenhe-se em manter as pernas sempre bem estendidas.

Um dos lamas contou ao Coronel que, quando iniciou a prática deste exercício, ele era tão velho, fraco e decrépito que não tinha como manter as pernas retas. Por isso, começou erguendo as pernas dobradas. Pouco a pouco foi ganhando mais elasticidade e, no final de três meses, já era capaz de esticá-las por completo.


Incline a cabeça para a frente, até o queixo tocar o peito. Depois, atire a cabeça para trás, o máximo possível e, ao mesmo tempo, incline-se para trás, o máximo possível e, ao mesmo tempo, vá para trás, arqueando o corpo. Nesse movimento você se escorará nas mãos que se apoiam nas coxas. Feito isso, volte à posição original e comece de novo o exercício.

Como no exercício 2, você deve estabelecer uma respiração ritmada. Inspire profundamente quando arquear a espinha e exale ou voltar à posição ereta. A respiração profunda é extremamente benéfica, por isso encha os pulmões o máximo que conseguir.

Primeiro, sente-se com as pernas estendidas para a frente, deixando uma distância de uns quarenta centímetros entre os pés (eu deixei os meus juntos, fica mais difícil). Mantendo o corpo ereto, coloque as palmas das mãos no chão, voltadas para a frente, ao lado das nádegas. Depois, incline a cabeça, fazendo o queixo tocar o peito.

Em seguida, incline a cabeça para trás o máximo possível. Ao mesmo tempo, erga o corpo de modo que os joelhos dobrem enquanto os braços permanecem retos. O tronco e as coxas deverão ficar retos, horizontalmente em relação ao chão; os braços e as pernas estarão em posição perpendicular ao chão. Então, tentarão em posição inicial e descanse antes de repetir o exercício.

Uma vez mais, a respiração é importante. Inspire profundamente ao elevar o corpo, segure a respiração durante a tensão dos músculos e exale completamente enquanto voltar à posição inicial. Continue respirando no mesmo ritmo no intervalo entre as repetições.



Deite-se de bruços no chão. Em seguida, erga o corpo, apoiando-se nas palmas das mãos e dedos dos pés, que deverão ficar flexionadas. Durante todo o rito, mantenha um distância de cerca de 50 centímetros entre os pés e entre as mãos.

Mantendo pernas e braços retos, arqueie a espinha e leve a cabeça para trás o máximo possível. Depois, dobrando-se nos quadris, erga o corpo até ele ficar como um "V" invertido. Ao mesmo tempo, encoste o queixo no peito. Volte à posição inicial e repita.

O ritmo talvez pareça difícil, mas garanto que, após uma semana de prática, você vai considerá-lo um dos mais simples. Quanto o estiver executando com destreza, tencione os músculos por um instante, tanto no ponto mais alto como no mais baixo. E, ao abaixar o corpo, procure encostá-lo de leve no chão.

Siga o mesmo padrão de respiração profundas e lentas que usou nos outros exercícios. Inspire ao erguer o corpo e exale quando o abaixar.

O objetivo dos exercícios é normalizar a velocidade dos vórtices: eles aumentam essa velocidade até a média apresentada por indivíduos com cerca de 25 anos.


Glória a Deus pela nossa saúde!

Lembrem-se vamos começar fazendo 3 vezes cada exercício nesta semana!

De hoje até o dia 07.09.2011.
Apartir do dia 08.09.2011, passaremos a fazer 5 de cada.
Apartir do dia 15.09.2011, passaremos a fazer 7 de cada ate fazermos 21 de cada!

BOA SORTE E QUE DEUS ABENÇOE A TODOS!


Postagem PhotobucketPublicada em agosto de 2010, por pedidos estamos republicando agora em 2011. Boa Sorte!

quarta-feira, agosto 31, 2011

Video dos exercícios da Fonte da Juventude


Hoje estava bem cansada, trabalhei muito.
Mas propósito é propósito, fiz o video hoje, fazendo 3 vezes apenas cada um dos   5 exercícios. Levei apenas 1 minuto e meio.
Façam mais devagar do que eu fiz, e respirem mais profundamente!
Quem filmou foi meu filho de 10 anos, perdoem-me qualquer coisa!
video
Publicado em setembro de 2010, republicado a pedido. Obrigada pela atenção.
Photobucket

A Fonte da Juventude...mais algumas palavras...antes dos exercícios


Este precioso livro revela os segredos dos lamas tibetanos para deter a açao do tempo e minimizar os efeitos negativos do envelhecimento.

Um espanhol, chamado Ponce de Leon, tentou achar esta fonte na Flórida, mas não conseguiu. Um inglês, apelidado de Coronel Bradford, descobriu os segredos desta fonte em um mosteiro do Tibet: ele saiu velho, quando foi para esse mosteiro, e voltou um jovem. Os segredos divulgados por Bradford estão relatados em um pequeno livro [73 páginas], chamado "A Fonte da Juventude", escrito pelo norte-americano Peter Kelder e publicado, no Brasil, pela Editora Best Seller. Vou fazer, abaixo, um resumo dos pontos importantes desse livro.

A fonte da juventude está dentro de cada um de nós e pode ser colocada em funcionamento excelente através de cinco tipos de exercícios. Iremos apresentá-los logo a seguir. Antes, porém, vamos apresentar algumas informações que servem de base para o entendimento teórico desse assunto.

O corpo humano possui sete centros principais de energia, correspondentes às sete glândulas endócrinas, e os hormônios produzidos por essas glândulas regulam todas as nossas funções corporais. Recentes pesquisas médicas descobriram indícios convincentes de que até mesmo o processo de envelhecimento é regulado por um hormônio. Tudo indica que a glândula pituitária começa a produzir um "hormônio da morte" por ocasião do início da puberdade. Aparentemente, esse "hormônio da morte" interfere na capacidade de nossas células utilizarem os hormônios benéficos, tal como o "hormônio do crescimento". Como resultado, nossas células e órgãos pouco-a-pouco vão se deteriorando e, finalmente, morrem.

Os sete centros de energia do corpo poderiam ser chamados de vórtices. Os hindus os chamam de chacras. Trata-se de poderosos campos elétricos girantes, invisíveis ao olho humano, mas cuja existência é indiscutível. Cada um desses sete vórtices centra-se em uma das sete glândulas do sistema endócrino e estimula sua respectiva produção de hormônio. São esses hormônios que regulam todas as funções corporais, incluindo o processo de envelhecimento.

O primeiro vórtice, o mais baixo, tem seu centro nas glândulas reprodutoras.
O segundo centra-se no pâncreas, na região abdominal.
O terceiro tem como centro a glândula supra-renal, na região do plexo solar.
O quarto vórtice centra-se na glândula timo, na região do coração.
O quinto, na tireóide, no pescoço.
O sexto tem como centro a glândula pineal, situada na parte posterior da base do cérebro.
E o sétimo vórtice tem seu centro na glândula pituitária, que fica na parte anterior da base do cérebro.

Num corpo humano saudável, todos esses sete vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a energia vital, também chamada de "prana" ou energia "etérica", flua de baixo para cima por intermédio do sistema endócrino. Mas, se um ou mais desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo da energia vital fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento e as a doenças.

Num indivíduo jovem, esses vórtices estendem-se para fora do corpo, mas nos velhos, fracos e doentes, eles mal conseguem atingir a superfície do corpo. O modo mais rápido de se recuperar a saúde, vitalidade e juventude, é fazer esses centros de energia voltarem a girar normalmente.  Existem cinco exercícios simples para tal finalidade. Qualquer um deles sozinho já é bom, mas os melhores resultados são alcançados quando se pratica todos eles. Esses exercícios não são para serem entendidos como ginástica. Os lamas do Tibete os chamam de "ritos", não ritual.

Quanto ao número de vezes para praticar cada exercício, o Coronel sugere que, na primeira semana você pratique cada exercício três vezes, cada dia. Depois, de semana em semana, vá aumentando as repetições de duas em duas [5 na segunda semana, 7 na terceira, 9, 11,13,15, 17, 19, 21], até estar fazendo cada exercício 21 vezes por dia. A partir daí, estabilize neste número de repetições. Quanto à hora do dia para praticar os exercícios, eles podem ser feitos pela manhã ou à noite, o que for mais conveniente. Sugere-se, também, um banho morno [não frio!] após a prática dos exercícios.

Não devemos cometer excessos, uma dúzia de giros é o suficiente para estimular os vórtices.

Fonte: Livro "A Fonte da Juventude" de Peter Kelder
 
"Toda Glória seja sempre dada ao Senhor Nosso Deus"
Publicado em agosto de 2010.
Photobucket

sábado, agosto 27, 2011

Corpos Unidos - Corps Ensemble

Nossos corpos unidos,
foi a sensação
Mais extraordinária,
que sentimos em nossas vidas!
Nós não observamos limites,
Nem tivemos medos,
Não havia sequer distâncias,
e nem embustes!
A verdade estava sendo escrita,
Por nossos corpos e sussurros...
Éramos apenas um,
sem qualquer diferença,
uma extensão um do outro...
Dois seres apaixonados...
Um homem e uma mulher!
Não sabíamos quem era quem,,
era nosso momento mágico...
Talvez tenha sido o único instante em nossas vidas,
Que não queríamos respostas,
Pois tudo que desejávamos estava ali!
Ao nosso alcance,
Foi algo tão perfeito,
que nos levou aos céus,!
E nos trouxe de volta a terra, vivos,
Apenas com a esperança
Que este momento se repetisse!

sexta-feira, agosto 26, 2011

Ao Amor Antigo - Carlos Drummond de Andrade

O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raizes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslubrante,
a antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.

Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, agosto 11, 2011

Ternura - Vinicius de Moraes

Ternura

Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor
seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos

Das noites que vivi acalentando
Pela graça indizível
dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura
dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras
dos véus da alma...
É um sossego, uma unção,
um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta,
muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite
encontrem sem fatalidade
o olhar estático da aurora.

De Almas Sinceras... - William Shakespeare


De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.
William Shakespeare

Obrigada Senhor meu Deus!

sexta-feira, agosto 05, 2011

Arte de Amar - Manuel Bandeira

Arte de Amar


william shakespeare - Soneto



Não chame o meu amor de Idolatria
Nem de Ídolo realce a quem eu amo,
Pois todo o meu cantar a um só se alia,
E de uma só maneira eu o proclamo.
É hoje e sempre o meu amor galante,
Inalterável, em grande excelência;
Por isso a minha rima é tão constante
A uma só coisa e exclui a diferença.
'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;
'Beleza, Bem, Verdade', todo o acento;
E em tal mudança está tudo o que primo,
Em um, três temas, de amplo movimento.
'Beleza, Bem, Verdade' sós, outrora;
Num mesmo ser vivem juntos agora.
William Shakespeare

sexta-feira, julho 29, 2011

Os Ventos ... Bob Marley

Os ventos que as vezes tiram
algo que amamos, são os
mesmos que trazem algo que
aprendemos a amar...
Por isso não devemos chorar
pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi
dado.  Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre...

Obrigada Senhor meu Deus!

quinta-feira, julho 28, 2011

Saudade - Pablo Neruda


Saudade


Saudade é solidão acompanhada,
é quando o amor ainda não foi embora,
mas o amado já...
 Saudade é amar um passado que ainda não passou,
é recusar um presente que nos machuca,
é não ver o futuro que nos convida...


Saudade é sentir que existe o que não existe mais...


Saudade é o inferno dos que perderam,
é a dor dos que ficaram para trás,
é o gosto de morte na boca dos que continuam...


Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade:
aquela que nunca amou.


E esse é o maior dos sofrimentos:
não ter por quem sentir saudades,
passar pela vida e não viver.


O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.


Obrigada Senhor meu Deus!

O Amor... - Cecília Meireles

"O Amor...


É difícil para os indecisos.
É assustador para os medrosos.
Avassalador para os apaixonados!
Mas, os vencedores no amor são os
fortes.
Os que sabem o que querem e querem o que têm!
Sonhar um sonho a dois,
e nunca desistir da busca de ser feliz,
é para poucos!!"

Obrigada Senhor meu Deus!

quarta-feira, julho 27, 2011

Inconfesso Desejo - Carlos Drummond de Andrade



Queria ter coragem
Para falar deste segredo
Queria poder declarar ao mundo
Este amor
Não me falta vontade
Não me falta desejo
Você é minha vontade
Meu maior desejo
Queria poder gritar
Esta loucura saudável
Que é estar em teus braços
Perdido pelos teus beijos
Sentindo-me louco de desejo
Queria recitar versos
Cantar aos quatros ventos
As palavras que brotam
Você é a inspiração
Minha motivação
Queria falar dos sonhos
Dizer os meus secretos desejos
Que é largar tudo
Para viver com você
Este inconfesso desejo

sexta-feira, junho 17, 2011

Ausëncia - Vinícius de Moraes


Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar seus olhos que são doces...
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres exausto...
No entanto a tua presença é qualquer coisa, como a luz e a vida...
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto...
E em minha voz, a tua voz...
Não te quero ter, pois em meu ser tudo estaria terminado...
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados...
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada...
Que ficou em minha carne como uma nódoa do passado...
Eu deixarei...Tu irás e encostarás tua face em outra face...
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada...
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu...
porque eu fui o grande íntimo da noite...
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa...
Porque os meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
E eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos
Mas eu te possuirei mais que ninguém, porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas,
serão a tua voz presente, tua voz ausente, a tua voz serenizada.
Vinícius de Moraes

sábado, maio 28, 2011


A minha vida começou
no dia em que te conheci 
Seu jeito espontâneo de falar sem pensar
Conseguiu o que tantos tentaram em vão...
Você conseguiu falar ao meu coração
fazendo com que eu prestasse atenção em você!
Você me viu do jeito que eu sou,
e me aceitou assim!
Adoro por ti ser amada!
Você enriquece minha vida
Com suas palavras,
seu perfume,
seu sorriso, tão único,
suas piadas sem graça
seu prazer em me ver brava
só pra com seus beijos me acalmar
Sou feliz por você ter me escolhido...
Eu adoro te amar!

Mercedez D dezembro 2010

sábado, maio 21, 2011

Assim que o Amor deve Ser...


Nunca pensei que encontraria alguém...
para aplacar  a dor
e acrescentar felicidade aos meus dias!
Até você chegar e trazer um amor só para mim!
Um amor que me levou até a lua,
me trouxe chuvas de alegrias,
que fez brilhar a esperança
em meio as trevas da solidão
que fez as flores da minha insignificância
desabrocharem...
o temor de um amanhã desconhecido
desaparecer...
e fez com que eu não me importasse
com as gotas do tempo que
mortalizam a minha carne
É assim que o Amor deve ser...
Ser para sempre!

Leilah Libaino

segunda-feira, maio 16, 2011

Sentimento...

O que será este sentimento arrebatador
Que na hora do clímax
Sou sempre levada a ti
Com a velocidade e intensidade de um raio
Que mesmo que não percebas
E  estejas sempre ausente
Não pode ser discriminado e solitário.
É um privilégio concedido a poucos
Abençoados pela natureza do amor,
Tão único e totalmente surreal
Que não precisa ser correspondido
Pra existir,
É a própria existência!

Leilah Lib. nov 2010
Thank you God!

domingo, maio 15, 2011

Apenas uma Ilusão - Just an Illusion

I was so passionate
Eu estava tão apaixonado,
about to wainting to just stay in your arms
que só desejava estar em seus braços
When you smile, I lost my mind
Quando você sorria, Eu perdia o juízo
And all you wanted was
E fazia tudo que você queria
I did not own me
Eu já não era dono de mim...
How often would throw it all away
Quantas vezes quis jogar tudo fora
And leave you with around aimlessly
e sair com você por aí, sem destino
I tried many times to disguisse this feeling
Tentei tantas vezes disfarçar este sentimento
For anyone noticing
Para que ninguém percebesse
that my suffering had a face,
que meu sofrimento tinha um rosto
YOURS,
O SEU
But all was in vain,
Mas tudo foi em vão,
I got lost in the dream of having you!
Perdi-me no sonho de ter você
And wake up alone!
E acordei sozinho
All this love was just an illusion!
Todo este amor, foi apenas ilusão

Edmond Dan - jan 2011


terça-feira, maio 03, 2011

Profundo Silêncio


Não permaneças como estás...
Se a solidão  aloja-se no seu peito...
Compartilhe comigo as suas angústias e as suas dores
Este caminho que percorremos...
construiu o alicerce da nossa história
As palavras já não se fazem necessárias
nossos corpos já possuem uma linguagem própria
Escute o clamor do seu coração
ele já aprendeu o caminho pra Minh ‘alma
Agora fiquemos em profundo silêncio...
pois assim encontraremos  respostas para os nossos porquês!


Leilah Libaino

domingo, maio 01, 2011

Homenagem ao meu irmão Wilton

Dia 01 de maio de 1967, nasceu no Rio de Janeiro meu irmão Wilton.
Grande companheiro da infância, das noitadas, dos karaokês da vida, das viagens, dos passeios. Ele sempre viveu a vida como se fosse morrer no outro dia! Nunca deixou de festejar nada! Esteve comigo em todas as minhas grandes provações e minhas grandes alegrias. 
Tenho muito orgulho de ser sua irmã! Você me proporcionou experiências inesquecíveis!
Você meu irmão deixou seu nome escrito em forma de grandes obras, construídas aqui em Brasília, e nos Estados Unidos!
Você sempre foi muito criativo, tanto pra contar estórias, casos, piadas, como para planejar uma grande construção, ofício que herdou do nosso papys. 
Bom de papo e pé-de-valsa as mulheres nunca resistiram a sua conversa e seu charme!
Te amo muito!!! Desejo o melhor de Deus na sua Vida! Parabénsssssssss!
Video feito em sua homenagem
video
Leilah Libaino

quarta-feira, abril 27, 2011

À Magriet - VPPS

Quisera eu ter a virtude da coragem
Cortar, de minha própria carne
Nacos imensos de mediocridade,
Com a adaga afiada da atitude.

Pudera eu dizer “ te amo” mas o lastro
Desse ato tem amarras profundas;
Desatá-las, revolveria o chão dos oceanos.

Quisera te falar do meu desejo
Não o imediato que quero cortado 
Pelo aço epifânico,
Mas do desejo completo, forjado no fogo 
Da tua ausência.

Pudera eu tê-la comigo em silêncio
Profundo.
Quando eu me sentisse impregnado de ti
Da pele ao âmago,
Negaria convicto,a importância do mundo.

Quisera..., pudera...
Eu faço de mim um jogo de quimeras
E a minha única vida se perde 
Em tempos imperfeitos.

   (Poema inspirado no filme "Moça com Brinco de Pérola",
 de autoria do Poeta Vincente Paulo)

sexta-feira, abril 15, 2011

Quando Eu te Amei

Quando eu te amei...
Eu te quis sem vaidades
fui prisioneira voluntária
dos seus carinhos e da sua vontade

Quando eu te amei
Eu fui forte e corajosa
cruzei os mares e os rios
para ver o brilho do seu olhar
E atravessei todo o hemisfério
Só para você me tocar

Quando eu te amei
Eu fui jovem e destemida
Pra mim não importava
Se era noite ou se era dia
O que importava era o prazer da sua companhia!

Quando eu te amei
Eu fui princesa e fui rainha...
De um rei sem reinado
Poderia ter sido sua escrava
Eu era tudo com você do meu lado!

Quando eu te amei
Dei-te dei toda minha pureza
Meus sonhos de criança encantada
E você se deu por inteiro pra mim
Não deixando pra ninguém mais nada!